Uso de Botox faz 18 anos no Brasil e especialista fala dos benefícios, sem exageros

É preciso cuidado na hora da consulta, aplicação e manutenção do produto. Veja a entrevista cirurgião plástico Paulo Matsudo, pioneiro no país

Os sinais do tempo, em especial na face, são inevitáveis a qualquer pessoa. Mas para deixar o envelhecimento o mais distante possível, a medicina estética evolui a cada dia. Há 18 anos ela conquistou uma aliada valiosa: a toxina botulínica. O popular Botox.

A consulta desse procedimento deve ser muito bem pautada pelas necessidades do paciente e suas expectativas

O cirurgião plástico Paulo Matsudo, pioneiro no uso da toxina no Brasil, esteve em Vitória na última semana e conversou com a equipe do Vida Saudável sobre como extrair os benefícios do Botox sem exageros e deformidades.

Como o Botox age em nosso corpo?

Fazendo um bloqueio temporário da ação do músculo, com isso, você consegue remodelar uma face, principalmente no sentido de rejuvenescer, fazendo com que as rugas dinâmicas se minimizem. A ideia foi sempre de minimizar as expressões e jamais bloqueá-las totalmente, dando uma fisionomia congelada.

Há quanto tempo se usa a toxina com fim estético no Brasil?

Começou em 1992. Três anos depois apresentei um trabalho científico em um congresso internacional de cirurgia plástica. Nesse congresso aconteceu a primeira divulgação mundial. Nós fomos os pioneiros no uso da toxina botulínica para rejuvenescimento facial. No início fomos muito criticados, mas fomos mostrando a efetividade do método e hoje com 18 anos é a menina querida que todo mundo deseja. O maior número de procedimentos estéticos realizados no mundo é feito com a toxina botulínica.

Algumas pessoas ficam com o rosto estranho com o uso da toxina. Qual é o limite?

Tudo que é “modismo” acaba virando exagero e os exageros não são condizentes com a expressão facial. Nós temos as expressões para nos manifestar. Como médicos, temos também o bom-senso em saber indicar. A consulta desse procedimento deve ser muito bem pautada pelas necessidades do paciente e suas expectativas. O profissional que está atendendo deve passar o que é possível, o que ridículo e o que é bom. O importante é ficar bom, que é a pessoa se sentir bem e não diferente perante os seus pares. Ela deve estar com uma harmonia facial.

O botox ajuda a combater o suor excessivo?

Sim. Esse é um problema de ordem social chamado hiperidrose, ou seja, a pessoa que transpira demais tanto nas palmas das mãos quanto nas axilas. A pessoa sente vergonha de dar as mãos porque estão sempre molhadas. A toxina ajuda a combater esse problema.

Em que parte do corpo as pessoas mais utilizam a toxina?

Sem dúvida na região facial, principalmente, na testa, nos pés de galinha e na expressão entre os supercílios, quando a pessoa franze a testa.

De quanto em quanto tempo posso fazer uso do botox?

A média da durabilidade são seis meses, mas se a pessoa tomar suplemento vitamínico com hormônio anabolizante, que dá uma hipertrofia muscular, tem que se lembrar que a testa também é um músculo e com esses suplementos fica mais forte e compete diretamente com a toxina, fazendo com que a durabilidade não seja tão alta. Exagerar ao sol, tomar banhos muitos quentes, não usar hidratantes na pele e pessoas que conversam com a testa fazem com que o efeito do botox acabe mais rápido. A pessoa tem que fazer uma reeducação para maximizar o tempo da toxina que chega em muitos casos a até nove meses.

Quais cuidados devo tomar antes de fazer a aplicação?

É importante averiguar quais medicamentos o paciente está tomando. Gravidez e uso de antibióticos são as contraindicações absolutas. Do contrário, não existe nenhuma contraindicação. Mas é muito comum as pessoas tomarem remédios para emagrecer e isso faz com que a toxina tenha uma durabilidade menor, porque existe uma queima de todo organismo de uma forma maior.

A partir de que idade as pessoas usam o Botox?

Tenho pacientes modelos de 16 anos que já utilizam a toxina.

Segundo o médico, o maior número de procedimentos estéticos realizados no mundo é feito com a toxina botulínica

Os homens estão procurando esse tipo de tratamento?

Sim. Nada aconteceria de bom para os homens se não fossem às mulheres (risos). Os homens sentem um pouco mais de dor, mas a pior dor é a do envelhecimento.

Tem algum efeito relacionado à enxaqueca?

Essas pacientes que usavam a toxina para o tratamento das rugas começaram a perceber que não tinham mais enxaqueca. É uma consequência de um ato para rugas que acabou beneficiando as pessoas com enxaqueca, que é uma patologia de difícil tratamento e nem sempre será tratada com a toxina. O neurologista é o médico mais indicado para falar desse tema.

Como é o processo de aplicação?

Após uma consulta criteriosa, a toxina que está armazenada no congelador deve ser aberta na frente do consumidor, até como uma garantia. A toxina é preparada no momento da aplicação. Na região onde será aplicada é feita uma limpeza. Com o gelo marcamos o ponto onde vamos atuar na musculatura. Nesse ponto, que já está gelado, o paciente vai sentir menos dor. A grande maioria das mulheres não se queixa de dor a partir da segunda aplicação. Acabando o procedimento, nós fazemos uma imobilização para que a toxina não migre para lugares indesejados. O paciente é orientado a não fazer movimentações fortes, não sorrir e nem mastigar comidas muito sólidas. Também não é indicado fazer exercício e colocar a cabeça no travesseiro nas primeiras quatro horas.

Em quanto tempo é possível ver o efeito?

Em duas semanas.

Fonte: http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2011/12/vida_saudavel/noticias/1045970-uso-de-botox-faz-18-anos-no-brasil-e-especialista-fala-dos-beneficios-sem-exageros.html

Em 27/12/2011, foi postado em: Botox, Tratamentos de Tags: , , ,